• StartupExperience

Tá Valendo! Instagram Iniciou "Esconder Curtidas" Nas Fotos Para Proteger Autoestima de Usuários.


foto crédito: https://olhardigital.com.br

Acabou a farra para os narcisistas, influencers e empresas de marketing! Isso mesmo, o Instagram começou nesta quarta-feira (17/6), um novo teste no Brasil que vai "esconder" o número total de curtidas nas fotos e visualizações nos vídeos publicados na rede social.


O Brasil, com 66 milhões de usuários, segundo país com mais pessoas ativas na plataforma em todo o mundo, segundo levantamento do site Statista - atrás apenas dos Estados Unidos, que tem 110 milhões de usuários. se tornou o segundo país no mundo a participar desse teste, primeiro foi o Canadá.


Ou seja, agora só os próprios usuários poderão saber se suas fotos floparam ou bombaram. A mudança segundo o Instagram, foi feita pensando nos usuários. De acordo com a rede social, a decisão é parte de uma série de ações que buscam transformar a plataforma em um espaço menos tóxico para a saúde mental de quem a usa.


Segundo a própria equipe do Instagram, o objetivo do teste é fazer com que os usuários passem a se concentrar mais no conteúdo, ou seja, na fotos e vídeos, e menos nos números.


A ideia é fazer com que as pessoas não vivam esse espírito de competição dentro da plataforma. Com isso, a expectativa do Instagram é entender se uma mudança desse tipo pode ajudar as pessoas a focar menos nas curtidas e mais em contar suas verdadeiras histórias.


foto crédito: https://olhardigital.com.br

Durante esse primeiro período de testes - que ainda não foi oficialmente divulgado - somente o proprietário do perfil poderá ver o total de curtidas em suas publicações, mas esse número não aparecerá para as demais pessoas. 


A ação é uma extensão do teste iniciado, em maio, no Canadá: o qual o Instagram se pronunciou muito animado com os resultados iniciais. De qualquer forma, eles ainda sabem que é preciso tempo e estudos mais profundos para entender como isso afeta a experiência do usuário na plataforma.


“É um excesso de pressão social, numa estética do que alguns teóricos chamam de felicidade tóxica ou imperativo da felicidade. No seu extremo, ela passa a ser prejudicial à saúde emocional das pessoas, gerando mal-estar, baixa autoestima e desconforto”, explica Rodrigo Nejm, psicólogo e diretor da SaferNet.


Priscilla Silva, pesquisadora em direito e tecnologia do ITS Rio, destaqua que essa situação se torna ainda mais grave se considerarmos que a maioria esmagadora dos usuários do Instagram é jovem. “É um público com a personalidade em formação e mais sujeito a quadros de depressão e vícios de tecnologia”.


Nas palavras da própria empresa, o (possível) fim das curtidas existe para combater a cultura da corrida pelos likes: "Nossa expectativa é entender se uma mudança desse tipo poderia ajudar as pessoas a focar menos nas curtidas e mais em contar suas histórias"

56 visualizações
logo-rapadura-valley-white

Este site visa estimular o desenvolvimento, engajamento, impulsionamento, evangelização, informação e eventos de inovação aberta, voltado ao ecossistema empreendedor, conectando jovens talentos - e suas ideias mirabolantes - a empresas que buscam por soluções inovadoras.

Aceitamos parcerias nacionais e internacionais com outros produtores, empresas e orgãos governamentais desde que respeitados nossos propósitos, valores e ética.

Contato

Social

  • Instagram

2018-2020 Copyright ©  Startup Experience - Proibido cópia ou reprodução sem autorização prévia - Todos os direitos reservados